anunciopost1




Ministro da Cidadania assina decreto que disponibiliza cotas para filmes brasileiros no cinema



Após a nossa querida atriz global Ingrid Guimarães, reclamar que o filme dela não estava passando em várias salas de cinema devido ao sucesso de Vingadores: Ultimato, nosso querido ministro da Cidadania, Osmar Terra acabou de cometer um grande erro ao assinar um decreto em que determina uma cota para que os cinemas passem filmes nacionais.

Isso afeta diretamente o livre mercado, pauta defendida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Vale ressaltar que os Vingadores: Ultimato, foi um sucesso e tanto que várias salas de cinemas já haviam esgotado seus ingressos em poucos minutos após liberar a pré-venda no dia 01/04.


Hoje o filme já atingiu a marca de US$ 2 Bilhões, passando o filme Titanic como o segundo maior em bilheterias, e em apenas 11 dias. Lembrando que Avatar do diretor James Cameron somente atingiu os mesmos US$ 2 bilhões com 47 dias em cartaz.

Não acho errado dar oportunidades para os filmes nacionais, mas o que aconteceu com Vingadores: Ultimato é um ponto fora da curva, raramente vemos esse tipo de acontecimento, e com esse tiro no pé, os cinemas não poderão disponibilizar salas para os filmes que mais dão lucro para eles, e vão acabar com salas praticamente vazias só porque o ESTADO quis assim. 

Infelizmente estamos no Brasil, um país que ainda vai demorar muito para evoluir.

Me siga nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter.

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Mas agora eu vou querer ver o filme da Carreta Furacão, porque estes SIM são nossos super-heróis nacionais, que combatem o crime com o seu rebolado e a sua ginga. Porque eles SIM estão onde o povo está: nas ruas, ou em cima de uma carreta colorida cheia de crianças! E durante o meu governo, tá ok?, durante o meu governo, o homem de bem vai poder ver o seu filme nacional em paz, na sala de cinema que ele quiser, levando a arma que ele quiser (pra se defender, é claro).

    ResponderExcluir